Certificados

Neste mundo capitalista em que vivemos, o consumo de produtos é a base para o desenvolvimento de empresas e nações. A globalização tornou a dinâmica comercial intensa e complexa, a ponto de fatos aparentemente banais, ocorridos em locais ermos, causarem um estrago econômico de nível mundial, o tal efeito borboleta. Já ouviu falar? Dá um Google que você descobre.

Mas, voltando ao texto, uma das coisas que podem diferenciar um produto ou serviço de seus similares é a referenciação ou credibilidade. Um produto de referência, ou com a qualidade garantida, acaba por largar na frente dos demais na corrida pelo sucesso, no caso a venda. Foi aí que surgiu a necessidade de se possuir normas e instituições que emitissem certificados garantido que um produto ou serviço cumprisse normas
e padrões que os qualificassem para alguma finalidade. Atualmente existem uma diversidade de instituições pelo mundo que emitem uma variedade enorme de certificados com as mais diversas finalidades, sendo que as normas variam muito de país para país.

Uma instituição mundial, que é reconhecida em 204 países do globo é a ISO. A sigla em inglês que significa Organização Internacional para Padronização, possui uma diversidade de certificados que são buscados por
empresas no mundo inteiro. No pós-guerra, mas exatamente em 1946, 65 países se reuniram em Londres para definir padronizações internacionais de vários aspectos e por conta disso em 1947 é criado a ISO. Através dos anos muitos certificados, ou muitos ISOs como se costuma falar, foram criados e são respeitados em diversos países.

A ISO possui representantes nos países que são credenciados a gerenciar suas normas e são esses representantes que emitem os certificados. No Brasil a ISO é representada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que avalia, credencia e emite o certificado da ISO para as instituições que se submeterem aos processos certificatórios, que não são gratuitos. ISO 9.000 e 9.001, são alguns dos selos mais conhecidos em nosso país, porém existem dezenas de outros na instituição britânica.

Porém, nem tudo são ISOs! Cada país possui seus órgãos e empresas privadas que emitem seus certificados para quase tudo. Contudo, nesses tempos de responsabilidade social e sustentabilidade, um certificado muito
importante aqui nas terras tupiniquins é o Selo Verde emitido pela ABNT, ou Rótulo Ecológico ABNT, para ser mais técnico.

A Forma Office, em seu compromisso com a preservação do meio ambiente, comercializa produtos, que além do Selo Verde, possuem outros certificados, nacionais e internacionais inclusive, que garantem aos nossos
clientes a aquisição de um produto de qualidade e que siga os padrões de exigência mais elevados.

Leonardo Araújo
Gestor de Marketing

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *